O Livro do Disco: As Quatro Estações Legião Urbana












Titulo: O livro do disco: As Quatro Estações Legião Urbana
Autor: Mariano Marovatto
Editora: Cobogó
Páginas: 88
Ano: 2015



Sinopse

     Em "As Quatro Estações", Mariano Morovatto Analisa o contexto em que esse álbum fundamental foi produzido. Lançado em 1989, o disco apresenta algumas das músicas mais importantes da banda, como "Pais e filhos" e "Há tempos", e contém letras que tratam de temas como solidão e política, amor e espiritualidade, entre outros.
    A partir de depoimentos e entrevista dos músicos que compunham a banda, o autor, que nasceu no mesmo em que a banda foi formada, faz um mergulho no universo da Legião Urbana e revela partes do processo de criação da banda desconhecidos do público.

Resenha

       Minha tarde não poderia ser melhor. Adoro livros que me surpreende e esse é um deles. Achei que ele não traria nada de muito novo sobre a Legião Urbana. Mas a escrita me surpreendeu há varias informações legais sobre Renato, Dado e Marcelo e bastantes interessantes sobre a produção das músicas, sobretudo no que diz respeito às letras por vezes enigmáticas de Renato Russo. Relembrar as músicas, ler os seus versos e saber de onde a inspiração veio é uma experiência única.
     O autor relembra essa época e acaba por trazer algumas informações pessoais o que não minha opinião não empobrece o livro, pelo contrario achei alguns trechos bem engraçados.
     A leitura flui naturalmente e leva o leitor a revisitar o próprio passado é quase impossível ter vivido os anos 80 e 90 sem ter passado pela banda. Fatos marcantes da história da Legião Urbana são abordados pelo autor. Passando pela criação da banda, os outros discos e fatos marcantes na vida de seus integrantes.
    Recomendo o livro para aqueles que são legionários e para os que não são. mas querem saber como um disco se tornou um ícone de uma época. As Quatro Estações chegou às lojas em 1989 e nos primeiros meses de venda 500 mil cópias foram vendidas. Hoje chega à marca de mais 2,6 milhões de cópias vendidas. 
#Jamille

0 comentários:

Postar um comentário