Hello!!

                                   Olá pessoal, sou a Natália Sophia e vim dizer que sim, estou mega sumida e que vocês nem devem lembrar de mim!! rsrs.
                               Porém eu tenho lido "bastante" esse ano... Tem tempos que leio 3 ou 4 seguidos loucamente e tem tempos que passo séculos para ler... A questão é que estou com muita resenha atrasada e não sei nem se lembro o suficiente para fazer resenha, mas vou tentar falar de cada 1, um pouquinho.



   Então vamos começar!!

Titulo: Espada de Vidro
Autor(a): Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Ano: 2016
Paginas: 496

Fotinha amadora, mas será essa mesma que vou usar!!

Sinopse: 

Se sou uma espada, sou uma espada de vidro, e já me sinto prestes a estilhaçar.
O sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a electricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar.
Quando finalmente consegue escapar do palácio e do príncipe Maven, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge do vingativo Maven, a garota elétrica tenta encontrar e recrutar outros sanguenovos como ela, para formar um exército contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando deter.


Minha opinião?

Eu mega ameeeei esse livro, gente, o que teve de chatinho no primeiro livro, ela superou no segundo. Eu frisei varias frases, da para ver ai alguns post-its, e eu não estava nem na metade quando tirei essa foto. Fiquei bastante tocada com Mare e Cal, para mim esse casal veio para ficar. Vão se tornar um daqueles que todos comentam como Peeta e Katniss, Damon e Elena... Enfim, eu não consegui parar de ler, foi um sabado que mesmo estando podre de enxaqueca eu não conseguia largar o livro, coisa que fazia tempo que não acontecia. Victoria está de parabens, conseguiu trazer todos os detalhes que faltou no livro 1, eu mega recomendo. Vale a pena ler o primeiro livro para se deliciar com o segundo, estou ansiosa para ler o 3, ainda não comprei A Prisão do Rei, mas ta na listinha.



Titulo: Métrica
Autor(a): Collen Hoover
Editora: Galera Record
Ano: 2013
Paginas: 304


Sinopse:


Após a morte do pai, a ausência torna-se a maior companheira de Lake. A responsabilidade pela mãe e pelo irmão a congelam em um limbo de luto e dor. Por fora, ela parece corajosa e tenaz; por dentro, está perdendo as esperanças. E se mudar do único lar que conheceu não ajuda em nada.

Agora em uma nova casa, em uma nova cidade, ela precisa achar seu caminho. E um rapaz apaixonado por poesia pode ser o guia perfeito. Quando conhece o novo vizinho, Layken imediatamente sente uma intensa conexão. Algo que finalmente parece desanuviar um pouco sua realidade.

Mas o caminho da verdadeira felicidade não é feito de tijolos dourados, e logo uma revelação atordoante faz o novo relacionamento ser bruscamente interrompido. O dia a dia vai se tornando cada vez mais doloroso à medida que eles se esforçam para encontrar um equilíbrio entre os sentimentos que os aproximam e as forças que os separam.



Minha opinião? 

Ainda em Janeiro, uma amiga me chamou para fazer uma maratona literária de ferias, escolhi 3 livros: Métrica, Princesa de Papel e Maze Runner - Código da Febre. 
Eu amo essa foto, foi tirada na Lagoa, centro da cidade de João Pessoa, onde eu moro, lugar que eu amo.

Não acho que tenha muita coisa para falar. Eu não gostei do livro, simples. 
Foi um tipo de livro que comprei porque de uma boca só eu ouvi que a mocinha era forte, independente, que era um romance maduro. Porém tudo o que eu vi foi uma garota dependente do namorado, que não parava de pensar nele e que quando a mãe disse que estava doente, ao invés dela ficar com a mãe, saiu fugindo para casa do namorado. E também, ela só pediu para cuidar do irmãozinho porque o namorado cuida da irmãzinha dele. Ponto, nada e só isso. Tenho o segundo livro, porém ainda não tive vontade de ler. Mas como eu sempre digo, é bom cada um ter sua própria opinião e não deixo de recomendar os livros que li e não gostei.



            Por enquanto é isso, vou continuar trazendo o resto dos livros lidos até hoje em 2017, será resenhas pequenas porque como já disse não lembro de muitos detalhes, mas lembro do geral de cada livro. Espero que tenham gostado e espero vocês para as próximas postagens!!



Resenha Saga Encantadas - Veneno ( Livro 1)











Titulo: Veneno
Autora: Sarah Pinborough
Tradutor: Edmundo Barreiros
Editora: Única
Páginas: 224
Ano: 2013




Sinopse

     Veneno é o primeiro livro da trilogia Encantadas, e já é um best-seller inglês. Sarah Pinborough coloca os contos de fadas de ponta-cabeça e narra histórias surpreendentes que a Disney jamais ousaria contar. Com um realismo cínico e cenas fortes, o leitor será levado a questionar, finalmente, quem são os mocinhos e quem são os vilões dos livros de fantasia!

Resenha

    Veneno é o primeiro livro da saga Encantadas da Sarah Pinborough ele é uma releitura do conto da Branca de Neve para adultos. A autora nos faz repensar quem são os verdadeiros vilões das histórias infantis recriadas de uma forma magnífica. 
    Esse é um livro que surpreende o leitor em todos os aspectos. Pois mesmo sendo uma história conhecida pelo leitor às surpresas que a autora nos oferece são muito boas. 
    Eu não conseguia para de ler queria conhecer mais e mais Lilit (A madrasta) e ver a forma livre como Branca de neve vivia seus dias. A autora descreve a infância da Rainha Lilit e demostra o amor de Branca pelos animais e os anões de forma simples, mas ao mesmo tempo poética. 
    A autora arrasa em todos os sentidos. O príncipe que nos é apresentado não é aquele dentro do estereótipo dos clássicos. Acho que ele é o personagem que mais choca o leitor. Todos estão em busca de sua felicidade e não importa se para isto tenham que enganar, desrespeitar, explorar e mentir para o outro, ou seja, tudo é valido para se conseguir o que quer. Ética é algo que não se encontra nos personagens de Veneno.
   O final do livro te deixa completamente desconsertado e com certeza te faz querer ler o segundo livro desta saga.

#Jamille








O Livro do Disco: As Quatro Estações Legião Urbana












Titulo: O livro do disco: As Quatro Estações Legião Urbana
Autor: Mariano Marovatto
Editora: Cobogó
Páginas: 88
Ano: 2015



Sinopse

     Em "As Quatro Estações", Mariano Morovatto Analisa o contexto em que esse álbum fundamental foi produzido. Lançado em 1989, o disco apresenta algumas das músicas mais importantes da banda, como "Pais e filhos" e "Há tempos", e contém letras que tratam de temas como solidão e política, amor e espiritualidade, entre outros.
    A partir de depoimentos e entrevista dos músicos que compunham a banda, o autor, que nasceu no mesmo em que a banda foi formada, faz um mergulho no universo da Legião Urbana e revela partes do processo de criação da banda desconhecidos do público.

Resenha

       Minha tarde não poderia ser melhor. Adoro livros que me surpreende e esse é um deles. Achei que ele não traria nada de muito novo sobre a Legião Urbana. Mas a escrita me surpreendeu há varias informações legais sobre Renato, Dado e Marcelo e bastantes interessantes sobre a produção das músicas, sobretudo no que diz respeito às letras por vezes enigmáticas de Renato Russo. Relembrar as músicas, ler os seus versos e saber de onde a inspiração veio é uma experiência única.
     O autor relembra essa época e acaba por trazer algumas informações pessoais o que não minha opinião não empobrece o livro, pelo contrario achei alguns trechos bem engraçados.
     A leitura flui naturalmente e leva o leitor a revisitar o próprio passado é quase impossível ter vivido os anos 80 e 90 sem ter passado pela banda. Fatos marcantes da história da Legião Urbana são abordados pelo autor. Passando pela criação da banda, os outros discos e fatos marcantes na vida de seus integrantes.
    Recomendo o livro para aqueles que são legionários e para os que não são. mas querem saber como um disco se tornou um ícone de uma época. As Quatro Estações chegou às lojas em 1989 e nos primeiros meses de venda 500 mil cópias foram vendidas. Hoje chega à marca de mais 2,6 milhões de cópias vendidas. 
#Jamille

Resenha A Garota no Trem

Título: A Garota no Trem
Autora: Paula Hawkins
Editora: Galera Record
Páginas: 378
Ano: 2015




Sinopse

Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Janson –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos. Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.






Resenha

Depois de várias indicações resolvi ler “A Garota do Trem”. O livro é sensacional na minha opinião. Minha leitura foi rápida pois a história prende você totalmente a ela, mesmo quando não estava lendo me pegava pensando em Rachel e como ela deixou sua vida chegar no ponto que está. O leitor acaba tendo os piores sentimentos com relação a Rachel, mesmo sendo ela a narrar a história.
Rachel tem trinta e poucos anos e é alcoólatra. Ela mora com sua amiga Cathy. Que na minha opinião é uma pessoa extraordinária por aguentar a atual situação de Rachel e seus episódios de bebedeiras.
Rachel é divorciada. Seu ex-marido Tom acaba se envolvendo com outra mulher quando Rachel começa a beber de tal forma que esquece do fatos ocorridos durante suas bebedeiras.
Tom agora é casado agora com Ana e tem uma filhinha. Rachel observa sua antiga casa todos os dias ao passar de Trem a caminho de Londres e pensa em como Tom vive feliz com sua nova família na casa decorada por ela. Mas a casa que mais chama a atenção de Rachel é a de Jess e Jason.
Jess e Jason são nome fictício que Rachel dar ao casal que ela acredita viver uma vida superfeliz.
O livro tem uma história muito bem construída e a autora traz várias surpresas ao longo do livro. três pensamentos que me vinham sempre a cabeça enquanto lia o livro: “A grama do vizinho sempre parece mais verde” e “Não se pode totalmente confiar em ninguém, pois todos têm seus segredos” e “Nunca diga que conhece totalmente uma pessoa mesmo que conviva com elas há anos.”

Boa leitura!!!!

#Jamille

Resenha A Joia ( A Cidade Solitária Livro 1)

Titulo: A Joia (A Cidade Solitária Livro 1)

Autor(a): 

Amy Ewing
Editora: LeYa
Paginas: 352
Ano: 2015         




Sinopse: 

Joias significam riqueza, são sinônimo de encanto. A Joia é a própria realeza. Para garotas como Violet, no entanto, a Joia quer dizer uma vida de servidão.

7 DIAS E PARA SEMPRE - DIVULGAÇÃO



Titulo: 7 Dias Para Sempre
Autor(a): Aline Sant'Ana
Editora: Charme
Paginas: 176
Ano: 2016













O romance best-seller #1 da Amazon, da série Viajando com Rockstars, agora chega em formato físico para vocês, publicado pela Editora Charme!